14 janeiro 2011

Espelhos...

Tempos atrás em um distante e pequeno vilarejo, havia um lugar

conhecido como a casa dos mil espelhos.

Um pequeno e feliz cãozinho soube deste lugar e decidiu visitá-lo.

Lá chegando, saltitou feliz escada acima até a entrada da casa.

Olhou através da porta de entrada com suas orelhinhas bem levantadas

e a cauda balançando tão rapidamente quanto podia.

Para sua grande surpresa, deparou-se com outros mil pequenos e felizes

cãezinhos, todos com suas caudas balançando tão rapidamente quanto a dele.

Abriu um enorme sorriso, e foi correspondido com mil enormes sorrisos.

Quando saiu da casa, pensou:
- Que lugar maravilhoso! Voltarei muitas e muitas vezes.

Neste mesmo vilarejo, um outro pequeno cãozinho, que não era tão feliz

quanto o primeiro, decidiu visitar a casa.

Escalou lentamente as escadas e olhou através da porta.

Quando viu mil olhares hostis de cães que lhe olhavam fixamente, rosnou,

mostrou os dentes e ficou horrorizado ao ver mil cães rosnando e mostrando

os dentes para ele.

Quando saiu, ele pensou:
- Que lugar horrível, nunca mais volto aqui.


Todos os rostos no mundo são espelhos.

Que tipo de reflexos você vê nos rostos das pessoas que você encontra?



(Do folclore japonês)

2 comentários:

Fernanda Occhioni disse...

Que linda essa história, nos faz refletir sobre como tratamos as pessoas ^^
Adorei, obrigada!
http://makesecupcakes.blogspot.com/
Bjuss!!!

Jaqueline disse...

Olá Fernanda,ontem pensando sobre como as sombras das pessoas atuam(são projetadas no outro quando não trazidas à luz da psique) encontrei essa história.Nada por acaso...