16 janeiro 2011

Espelhos e florais

1. Todos nós ao nascer, ganhamos um espelho. Este espelho é, então, colado no nosso peito.
E assim vivemos toda a nossa vida, refletindo o outro e vendo no (espelho do) outro o nosso reflexo.
Hermann Hesse disse: " Se você odeia uma pessoa, odeia algo nela que faz parte de você. O que não faz parte de nós não nos incomoda." Viver considerando isto vai desenvolvendo nossa compaixão, nossa tolerância,nossa empatia e nossa solidariedade para com as nossas fraquezas e dificuldades dos outros.
2. Cem por cento do que somos e vivemos (inclusive o que supomos ser acidentes) é fruto de nossas escolhas e opções. Conscientes ou inconscientes. Viver consciente disto desenvolve nosso discernimento e nossa responsabilidade para com a vida, com as pessoas e com nossas atitudes.
3. Livre-se da culpa. A única função da culpa é manter sua auto-estima baixa (por isso algumas religiões fomentam a idéia da culpa para assim manter poder). Transmute a culpa por responsabilidade. Ninguém é culpado de absolutamente nada, mas todos são completamente responsáveis por tudo. Viver assim te torna mais atento e cuidadoso para com toda a existência.
4. Desenvolva a aceitação. Sempre que entramos em contato com alguma dificuldade ou fraqueza nossa, através de alguém ou de alguma circunstância, normalmente o primeiro impulso da mente/ ego é: ou nos defendemos, negando e resistindo a entrar em contato (muitas vezes entrando na irritação e na revolta, geralmente imputando a culpa a alguém ou a alguma coisa), ou entramos na condição de vítimas, mergulhando na baixa auto-estima. Aceite sua natureza humana como ela é e aceite também a sua sombra. Entenda que você está aqui naTerra para aprender e expandir sua existência. Um Mestre hindu falou: "Errar, ter defeitos, falhas, fraquezas, é seu direito.Trabalhar para transmutar isso tudo é seu dever".
(texto recebido por email,sem autor identificado).

A essência floral mirabilis (de minas),é a essência tipica daqueles criticos e intolerantes que adoram apontar o dedo para o outro se fazendo de vitimas,contando lógico, a versão deles em qualquer  história(ou omitindo parte),projetando sua sombra no outro. Leia sobre a mirabilis aqui.
Já pra trabalhar o sentimento de culpa leia sobre o pine aqui.

4 comentários:

AVOGI disse...

olá JAQUELINE gostei deste texto nem sabia que se nascia com um espelho ainda por cima colado ao peito
kis :=):=)

Jaqueline Matos disse...

Olá Avogi,
seja bem-vinda! Que bom que gostou.Bjs

Carla Pathy disse...

Oi Jaqueline!
Obrigada pela visitinha! Seja sempre muito bem vinda!
Na verdade, anos atrás era muito mais fácil achar esses caixotes de madeira, porque eram colocados literalmente no lixo!!! Hj, os de madeira melhor podem ser encontrados no SEASA, mas tem custo. Os mais simplesinhos, geralmente são descartados em fruteiras, feiras ou mercados (pelo menos aqui na minha cidade). O jeito é ir nesses locais e ficar de olhos atentos!!!

Beijinhos no coração,Carla Pathy!

Jaqueline disse...

Obrigada Carla!
Eles são um charmeeee! bjsss