15 janeiro 2013

Ansiedade Generalizada,Sindrome do Pânico e Transtorno Obsessivo-Compulsivo


Ansiedade Generalizada
Caracteriza-se pela presença de sintomas ansiosos excessivos,na maior parte dos dias,por pelo menos 6 meses.
A pessoa vive angustiada,tensa,preocupada,nervosa ou irritada.
Aqui podemos sugerir algumas essências florais tais como: Borragine,Taraxacum,Vervain,White Chesnut,Impatiens e Mirabilis.
Nestes casos são freqüentes sintomas como insônia (lavender,calmim),dificuldade em relaxar (taraxacum, lavender),angustia constante,irritabilidade aumentada e dificuldade em concentrar-se (Madia,Clematis,1º chacra,Rosmarinus).

São também comuns sintomas físicos: taquicardia,tontura (scleranthus,fícus),cefaléia (Cherry Plum,Fícus),dores musculares (Taraxacum,Vervain,Phyllanthus),epigastralgias(3º chacra),sudorese fria.
È necessário ao fazer o diagnostico verificar se os sintomas causam um sofrimento excessivo ao individuo que prejudica a vida social e ocupacional do individuo.

Crises de Pânico / Síndrome do Pânico
São intensas crises de ansiedade nas quais ocorre importante descarga do sistema nervoso autônomo,produzindo sintomas como:

  • Taquicardia
  • Sudorese
  • Tremores
  • Dispnéia
  • Náuseas
  • Fogachos
  • Formigamentos em membros e/ou lábios
Além disso,ocorre com freqüência,nessas crises,um medo importante de ter um enfarto,de enlouquecer,de morrer.
Crises abruptas e de curta duração. São geralmente desencadeadas por determinadas condições como aglomerados humanos, túneis ou congestionamentos,situações de ameaça,etc.
Síndrome do Pânico – caso as crises sejam recorrentes,com desenvolvimento de medo de ter novas crises,sofrimento subjetivo significativo.A síndrome do pânico pode ou não ser acompanhada de agorafobia.

Síndromes Obsessivas-Compulsivas
Caracterizam-se por idéias,pensamentos,fantasias ou imagens persistentes,que surgem de forma recorrente na consciência,são vivenciadas com angustia e como algo que “invade” a consciência.O individuo reconhece o caráter irracional e absurdo desses pensamentos,tentando neutraliza-los com outros pensamentos ou com atos e rituais específicos.

Nas síndromes compulsivas predominam os comportamentos e rituais repetitivos,como lavar as mãos inúmeras vezes,tomar muitos banhos,verificar e checar se as portas estão trancadas dezenas de vezes.
Assim como por atos mentais,como repetir palavras mentalmente em silencio,fazer determinadas contas,contar quadrinhos,azulejos,geralmente em resposta a uma idéia obsessiva.

Pensamentos vinculam a realização do ato compulsivo com o afastamento de algum evento temível ou indesejado tipo: se eu der 15 voltas no quarteirão ninguém da minha família irá morrer.

Fonte: Psicopatologia e Semiologia dos Transtornos Mentais/Paulo Dalgalarrondo

Nenhum comentário: